Foto por rawpixel.com em Pexels.com

10 Dicas práticas para usar influenciadores em sua estratégia de marketing

Faça investimentos em marketing de influência que cabem no teu bolso

Se você ainda não leu meu texto “Micro-influenciadores nas ações da sua empresa“, eu sugiro dar um pulo lá para depois continuar por aqui. Lá explicamos “O que são os influenciadores”, “Por que usar” e “Como usar”.

Nesse texto vou detalhar melhor o item “Como usar” e abordar algumas questões mais práticas para quem está começando a trabalhar com influenciadores.

Devo sempre remunerar o influenciador?

Foto por Pixabay em Pexels.com

A resposta correta é Sim. Você deve remunerá-lo sempre. De preferência em dinheiro com emissão de NF e o trabalho identificado claramente como propaganda.

É possível oferecer algo que não seja dinheiro? Sim. Porém lembre que a partir desse momento vocês já não está mais em uma relação comercial tradicional. Ou seja, já que o influenciador irá usufruir de forma limitada do seu pagamento (ele não pode gastar em outros lugares), você também terá uma experiência limitada da influência dele. Ou explicando de uma forma simples: virou uma troca de favores. É fundamental que ambos estejam felizes com os termos dessa parceria para dar certo.

Vale ressaltar que a expectativa de receber em dinheiro é proporcional a fama da sua marca. Se você é uma empresa que parece pagar outros influenciadores em dinheiro (atores, cantores, celebridades) pagar em produtos pode parece mesquinho da sua parte.

Para pequenas empresas que nunca teriam como contratar um influenciador ainda assim é esperado que o pagamento seja em dinheiro, afinal de contas você não paga todos os seus outros fornecedores? Para fins de comparação a diária de um ator figurante começa em R$ 50,00. Aconselho a começar as negociações a partir daí.

Como abordar o influenciador?

Foto por Gratisography em Pexels.com

Em primeiro lugar é importante lembrar que esse é um tipo de trabalho como qualquer outro. Muita gente pensa que a atividade de influenciador é como uma grande diversão, vamos tentar lhe ajudar entender que não é bem assim:

Você provavelmente tira fotos por lazer no seu dia-a-dia, correto? Agora imagine como se sentiria caso lhe pedissem para tirar fotos da festa de um desconhecido? Mesmo não sendo um fotógrafo profissional você provavelmente ainda gostaria de receber algum valor, mesmo que pequeno, por esse tipo de trabalho. Afinal de contas você vai investir seu tempo para fazer algo para estranhos e depois será cobrado pela qualidade dessa entrega.

O mesmo acontece com vários outros tipos de hobbies. Uma coisa é fazer algo para se divertir nas horas vagas. Outra coisa é fazer isso a pedido de estranhos, na hora e local que eles vão determinar. O fato do influenciador gostar de publicar conteúdo nas redes sociais não significa que ele deva fazer isso sempre de graça e também que ele esteja disposto a fazer em troca de produtos outro serviços.

Para evitar desentendimentos eu sugiro sempre abordar um influenciador perguntando quanto ele cobra para fazer determinado tipo de trabalho, e se porventura ele aceitaria fazer outros tipos de parcerias.

Se você tiver dúvidas sobre o valor cobrado tudo bem pedir referências de outros trabalhos. Com isso em mãos, daí pra frente é uma decisão de risco, igual a anunciar num outdoor, revista ou rádio. Você não tem como ter certeza de que vai dar certo. e se não se sentir seguro tudo bem deixar isso para outro momento da sua estratégia de marketing. O que não vale é desrespeitar o trabalho de alguém.

Se sua única opção é fazer parcerias, porém ele nunca te respondeu sobre a possibilidade de parcerias após a abordagem inicial, siga em frente e continue procurando.

Uma forma mais certeira de fechar parcerias é oferecer para quem já é seu cliente: você pode discretamente examiná-los no momento que começar a segui-los (oi me fala seu usuário no Instagram pra te seguir). Se perceber que ele já tem 10 mil ou mais seguidores (significa que já pode colocar links nos Stories), então vale a pena fazer uma proposta indecente ali na hora. Obviamente faça isso apenas depois de certificar-se de que ele é um cliente satisfeito! 😉

Que tipos de parcerias e campanhas posso propor para influenciadores?

Foto por Pixabay em Pexels.com

Uma vez que vocês tenham definido de forma ética e respeitosa (preferencialmente com um contrato) se o trabalho será feito através de um pagamento em dinheiro, ou através de uma parceria vantajosa para ambos os lados, eis algumas possibilidades:

  1. Reviews de produtos e serviços – Apenas algo que o influenciador tenha realmente experimentado Ok? Você pode usar esses reviews em seu site ou blog para enriquecer os detalhes dos produtos ou em canais sociais como o Google My Business.
  2. Divulgação de cupons de descontos.
  3. Cobertura de eventos – Pode ser um evento que a empresa está promovendo, algum evento onde ela está expondo / palestrando, ou ainda um evento interessante para o setor que a empresa atua.
  4. Produção de conteúdo – Pode ser nos próprios canais do influenciador (publi-editorial) ou para os canais da empresa (branded content no site, blog ou nas redes sociais da companhia).
  5. Realização de Sorteios – Desde que obedecendo a lei em vigor.
  6. Produção de peças de mídia – Às vezes o influenciador consegue captar com uma foto e/ou um vídeo a essência dos seus produtos e esse material pode dar uma ótima peça de propaganda para você impulsionar.
  7. Divulgação ou criação de ações promocionais (concursos) – Quem melhor pra te ajudar a divulgar ou até ajudar a criar uma ação promocional do que alguém que fala com seu público e sabe se promover muito bem? Lembrando que existe legislação para ações promocionais que precisam ser seguidas, ok?
  8. Experimentar novas redes sociais – Está inseguro ao começar a trabalhar em uma nova rede social? Peça ajuda a um influenciador daquela rede! Além de ajudar a criar sua rede ele pode te ajudar nas ações para conseguir seus primeiros seguidores.
  9. Ajustar sua linguagem – Talvez você esteja falando de forma muito promocional no seu site, blog e redes. Influenciadores sabem que cativar sua audiência é importante e podem lhes dar ótimas dicas sobre como ajustar o seu discurso online.
  10. Construir reputação – Se o influenciador é uma autoridade no seu mercado ele pode transferir parte dessa autoridade para a sua marca ao endossar o que sua empresa está fazendo.

Gostou das ideias? Não se esqueça de ler nosso último post sobre influenciadores bem como o Código de Conduta para Contratação de Influenciadores da ABRADi e deixe as suas ideias nos comentários abaixo também!


Gostou dessas dicas? Que tal olhar alguns de nossos conteúdos para melhorar seu site ou blog:

cmparar-planos.png

2 Comentários

  1. Felipe Araújo

    Vc me ajudou muito com essas dicas Vc é de mais!

  2. marquuinho009

    Legal gostei da Dica

Não use esses comentários para fazer perguntas, pedir suporte ou informar erros. Para isso, use os nossos fóruns ou o entre em contato com nossa equipe de suporte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu novo blog ou site gratuitamente

Comece agora

%d blogueiros gostam disto: