Foto por rawpixel.com em Pexels.com

Sites para Médicos: é possível ser ético, prestativo e conquistar sua audiência

Um levantamento em 2017 no LinkedIn apontava mais de 87 mil médicos brasileiros usando a plataforma. Já existem no Brasil pelo menos 3 redes sociais voltadas a médicos e quando você faz uma busca por um sintoma no Google Brasil ele mostra algumas explicações e sugestões de tratamento fornecidas pelo Hospital Albert Einstein.

Pacientes e médicos já estão ocupando a rede e discutindo sobre saúde, mas ainda assim existem poucos sites médicos à disposição. Talvez um dos maiores receios seja violar o código de ética do Conselho Federal de Medicina, porém quando se lê com calma as maiores restrições são relacionadas a propaganda, como por exemplo participar da propaganda de laboratórios ou farmacêuticas.

É possível ter um site ético e atraente e nesse artigo vou dar algumas dicas para você começar.

Cuidados Técnicos: Domínio e Layout

top view of man holding android smartphone near macbook and newspaper

Foto por rawpixel.com em Pexels.com

Por ser médico você tem acesso a uma terminação de domínio exclusiva .MED.BR assim fica mais fácil encontrar um nome de domínio fácil de divulgar e decorar. Em geral o médico usa seu próprio nome  e sobrenome.

Atualmente a maior parte dos acessos a internet é feita via celular, por isso ter um site responsivo, que se adapta ao tamanho da tela, é fundamental. Assim você fica preparando para diferentes tamanhos de tela incluindo desktop e tablet.

Quando escolher um layout tenha em mente que ele é como seu consultório virtual, ainda que você não vá dar consultas no seu site ele tem de transparecer confiança e tranquilidade.

Outro ponto importante é a acessibilidade, tornar seu site acessível é importante em qualquer negócio, porém quando pensamos em algo voltado à saúde, dependendo da sua especialização, a quantidade de pessoas com algum tipo de necessidade especial acessando é muito maior.

O WordPress.com possui alguns temas, como o Resonar , que já vem com recursos de acessibilidade embutida para quem usa leitores de tela ou tem daltonismo, além de serem temas responsivos com cores leves.

themes.png

Conteúdo: Dicas sobre saúde

agriculture basket beets bokeh

Foto por Pixabay em Pexels.com

Reclamamos muito da baixa qualidade dos conselhos publicados por sites e revistas não especializados e ficamos pensando que ótimo seria se médicos divulgassem isso não é mesmo?

A grande dificuldade aqui é explicar em termos leigos, ao mesmo tempo esse pode ser o seu grande diferencial para conquistar uma audiência que posteriormente podem se tornar clientes.

A dificuldade de entender o que um médico tem a dizer é uma das principais reclamações dos pacientes. Ao entrar em contato com um site com dicas que as pessoas conseguem entender facilmente eu não tenho dúvidas de que isso pode funcionar indiretamente como propaganda para o médico.

Você pode começar explicando sobre uma doença, como ela se manifesta, seus sintomas e riscos. Abuse das metáforas e se necessário use imagens e vídeos.

Lembre sempre o leitor de que se ele já está manifestando os sintomas é importante consultar um médico e nunca se automedicar.

Em seguida dê dicas de como mudanças no seu dia-a-dia, incorporando novos hábitos, podem prevenir essas doenças.

Foque nas dicas relacionadas a sua especialidade e mais para o final do texto não tem problemas em entrar em detalhes mais técnicos para satisfazer os mais nerds e curiosos.

Conteúdo: Casos e Histórias

person in hospital gown using walking frame beside hospital bed

Foto por rawpixel.com em Pexels.com

Às vezes a melhor forma de explicar alguma coisa é através de uma parábola. Falar de alguém que chegou no seu consultório desacreditado e conseguiu superar sua doença pode ser a melhor forma de sensibilizar o seu público.

O Manual de Publicidade Médica do CFM pede alguns cuidados nesse ponto, como por exemplo não exagerar, não prometer resultados, não dar a entender que as técnicas que você usa são exclusivas e não expor a privacidade do paciente.

Tomando os cuidados acima é perfeitamente possível passar ensinamentos sobre como se cuidar, explicar sobre tratamentos e ajudar seus leitores a entenderem sobre possíveis caminhos a seguir conforme eles se identificam com as histórias que você conta.

Divulgação: Contato e Redes Sociais

pexels-photo-1266010.jpeg

Foto por rawpixel.com em Pexels.com

Por último mas não menos importante é fundamental que o seu site tenha uma área com o endereço do seu consultório, um e-mail e telefone de contato.

Você pode incorporar um mapa usando a integração do Google Maps com o WordPress.com.

Também é importante você informar que convênios aceita e se é possível marcar alguma consulta online através de aplicativos como o Dr. Consulta ou Boa Consulta entre outros.

Em todo o site é importante deixar em destaque as suas redes sociais. Alguns clientes preferem se comunicar pelo Whatsapp, Facebook e Instagram ao invés de telefone ou e-mail. Você pode destacar as redes sociais no seu site do WordPress.com usando o Widget de Rede Sociais.


Gostou das dicas acima? Talvez você se interesse também por esses artigos:

cmparar-planos.png

1 Comentário

  1. destinosincomuns

    Muito interessante

Não use esses comentários para fazer perguntas, pedir suporte ou informar erros. Para isso, use os nossos fóruns ou o entre em contato com nossa equipe de suporte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu novo blog ou site gratuitamente

Comece agora

%d blogueiros gostam disto: